terça-feira, dezembro 7Conteúdo Relevante pra Você

Receita de Turismo com o cantor Fagner

Recordando o passado, em uma entrevista a cerca de dez anos atrás, com muita gentileza e simpatia o cantor Fagner se mostrou muito hábil em suas respostas em nosso bate papo, vi o quanto além de talentoso ele é culto e o destaque foi sua Receita de Turismo, falando do litoral Cearense, especialmente a cidade de Beberibe e também do interior do seu estado, com destaque para a sua cidade natal. Orós, sertão Cearense.

Receita de Turismo:  Como iniciou sua carreira?

R: Gravei meu primeiro disco fazendo dupla com meu conterrâneo Wilson Cirino, em 1971, pela gravadora RGE (Cirino e Fagner). Em 1972, fui lançado oficialmente pelo Disco de Bolso do Pasquim, ao lado de Caetano Veloso, cantando Mucuripe (Fagner e Belchior). Nesta mesma época, Elis Regina estreava seu novo show no Rio de Janeiro cantando quatro músicas minhas, me lançando como compositor. Gravei meu primeiro compacto duplo pela Philips e em 1973 foi lançado meu primeiro LP Manera Frufru Manera, pela mesma gravadora.

 

Receita de Turismo: Onde busca inspiração?

R: Desde garoto canto e toco violão, intuitivamente. Venho de uma família muito musical e sempre tive bons parceiros e poetas ao longo da carreira. Faço isso com naturalidade e construí um público que sempre me estimula, me fazendo sempre estar na ativa.

 

Receita de Turismo: Você que tem um coração dividido entre e esperança e a razão, poderia nos dizer se o Brasil, quando se fala em turismo, esta mais para esperança ou razão?

R: O Brasil é um país dotado de vocação turística como nenhum outro, com dimensão continental e diferenças regionais muito ricas. Acredito que muito ainda tenha que ser feito em termos de estrutura para atingirmos o patamar que o nosso país merece e se espera aos olhos do mundo.

 

Receita de Turismo: Um fato marcante em sua carreira?

R: O trabalho que fiz na Espanha, que resultou no LP Traduzir-se. Nele misturamos influências brasileiras, nordestinas, mouras de Andaluzia e latino-americanas, envolvendo artistas e tendências distintas em um só conteúdo musical. Foi um trabalho raro que tive a felicidade de fazer, que terminou dando um diferencial na minha carreira em relação à música brasileira e à latino-americana. Os dois discos que fiz com Luiz Gonzaga também se tornaram um diferencial na minha trajetória fonográfica.

 

Receita de Turismo: O Sr. poderia nos dar uma receita de turismo?

R: Pra quem visitar o Ceará, não pode deixar de conhecer a Praia das Fontes, no município de Beberibe, a 70 Km de Fortaleza,. É um paraíso que encanta a todos que ali visitam e tem oportunidade de dar um passeio pelas falésias, tomar banho nas bicas de água doce na beira da praia e conhecer a Lagoa do Uruau, que é um privilegio da natureza. Assistir a chegada das jangadas trazendo os pescados fresquinhos na beira da praia e sentir a hospitalidade, simplicidade e bom humor do cearense, que é uma de nossas melhores características. Para quem gosta de sertão e aventura, poderá visitar a minha cidade de Orós e conhecer o seu famoso açude. Passear pelas ilhas e se encantar com as belezas do interior cearense. É um passeio inesquecível.

 

 

Jogo Rápido

Receita de Turismo:  um time

R: Fortaleza Esporte Clube

Receita de Turismo: um esporte

R: Futebol e tênis

Receita de Turismo: Um artista

R: Roberto Carlos

Receita de Turismo: Uma musica?

R: Yesterday

Receita de Turismo:  Um lugar?

R: Fortaleza e Sevilha

 

Plusber | Receita de Turismo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *