terça-feira, dezembro 7Conteúdo Relevante pra Você

Mundo

Erupção de vulcão em ilha de La Palma provoca fugas e destrói casas

Erupção de vulcão em ilha de La Palma provoca fugas e destrói casas

Mundo, Não deixe de Ver
A primeira erupção vulcânica das Ilhas Canárias em 50 anos obrigou a retirada de cerca de 5 mil pessoas, incluindo aproximadamente 500 turistas, e destruiu cerca de 100 casas, disseram autoridades nesta segunda-feira (20). O vulcão entrou em erupção nesse domingo (19), lançando lava a centenas de metros de altura, atingindo casas e florestas e enviando rocha derretida rumo ao Oceano Atlântico, ao longo de uma área escassamente povoada de La Palma, ilha do extremo noroeste do arquipélago das Canárias. Nenhuma morte foi registrada, mas o vulcão ainda estava ativo nesta segunda-feira. Um repórter da Reuters viu fumaça espessa saindo do vulcão e casas em chamas. Autoridades disseram ter esperança de não ter que retirar mais ninguém. "A lava está seguindo para o litoral e o dano será...
Atirador deixa pelo menos oito mortos em universidade na Rússia

Atirador deixa pelo menos oito mortos em universidade na Rússia

Mundo, Não deixe de Ver, Urgente
Pelo menos oito pessoas morreram hoje (20) em uma universidade russa, na cidade de Perm, a 1,3 mil quilômetros de Moscou, durante tiroteio praticado por um adolescente, que se acredita ser estudante da instituição. O autor do tiroteio foi morto pela polícia. Além dos mortos, houve também vários feridos e alguns alunos saltaram pela janelas do edifício em pânico. O presidente russo, Vladimir Putin, atribui as ações à influência dos Estados Unidos, com o efeito da globalização. O uso e porte de armas na Rússia é rigoroso, mas esses atos são cada vez mais frequentes. Agência Brasil Plusber | Mundo
EUA, Reino Unido e Austrália anunciam novo pacto para conter a China

EUA, Reino Unido e Austrália anunciam novo pacto para conter a China

Mundo, Não deixe de Ver, Urgente
O Pacto de Aukus reúne os Estados Unidos, o Reino Unido e a Austrália para fazer frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico. O acordo, no âmbito da Segurança e Defesa, prevê que Camberra possa construir, pela primeira vez, submarinos com capacidade nuclear, mas também a estreita colaboração das três nações ao nível das capacidades cibernéticas, quânticas e de inteligência artificial. Os analistas consideram o acordo como um dos mais significativos nas áreas de segurança e defesa desde o fim da Segunda Guerra Mundial. O pacto vai permitir à Austrália a construção de submarinos com propulsão nuclear, com o apoio dos aliados, Estados Unidos e Reino Unido. “Estamos investindo na maior fonte de força: as nossas alianças. Estamos nos atualizando para enfrentar, da melh...
20 Anos depois, atentado do 11 setembro ainda gera consequências

20 Anos depois, atentado do 11 setembro ainda gera consequências

Mundo, Não deixe de Ver, Urgente
Lá se vão 20 anos de um dos dias mais fotografados, filmados e comentados da história da humanidade. Quando uma das duas torres do World Trade Center foi atingida por um avião com 92 pessoas a bordo, toda a imprensa mundial interrompeu o que estava fazendo e voltou suas atenções para Nova York. No horário de Brasília, adiantado uma hora em relação ao epicentro dos acontecimentos, os relógios marcavam 9h46. Menos de 20 minutos depois, a outra torre se tornou alvo de um segundo avião, com 65 passageiros a bordo.  Muitas pessoas que nasceram nas décadas de 1960, 1970 e 1980 ou mesmo no início da década de 1990 costumam se lembrar com exatidão do que estavam fazendo naquele 11 de setembro de 2001 quando tomaram conhecimento do que se passava. Em todo o mundo, onde houvesse uma telev...
Alemanha quer negociar com Talibã novas retiradas do Afeganistão

Alemanha quer negociar com Talibã novas retiradas do Afeganistão

Mundo, Não deixe de Ver
A Alemanha quer conversar com o Talibã sobre como retirar seus trabalhadores contratados que ficaram no Afeganistão, afirmou a chanceler Angela Merkel neste domingo (5), acrescentando que é um bom sinal que o aeroporto de Cabul possa ser utilizado para voos novamente. A chefe de política externa da União Europeia já disse que o bloco está pronto para negociar com o novo governo do Talibã em Cabul, mas o grupo islâmico precisa respeitar os direitos humanos, principalmente os das mulheres, e não permitir que o Afeganistão se torne uma base para o terrorismo. "Precisamos conversar com o Talibã sobre como podemos continuar a retirar pessoas que trabalharam para a Alemanha do país e em segurança", disse Merkel. Organizações internacionais de ajuda humanitária também deveriam ser a...