terça-feira, dezembro 7Conteúdo Relevante pra Você

Cidade de Arujá um alerta para a saúde masculina (novembro Azul)

Novembro Azul

De acordo com o Inca (Instituto Nacional de Câncer), o câncer de próstata é o segundo tipo mais comum entre os homens brasileiros, atrás somente do câncer de pele não-melanoma. No universo de homens e mulheres, é o quarto mais comum.

Veja como fazer uma campanha de Novembro Azul na empresa para engajar seus colaboradores nessa ação tão importante para garantir saúde e qualidade de vida.

Quais os principais sintomas do câncer de próstata?

Na fase inicial, o câncer de próstata evolui de forma silenciosa. Em muitos casos, o paciente não apresenta nenhum sintoma. Quando apresentam, são sinais parecidos com os do crescimento benigno da próstata.

Entre eles, podemos citar dificuldade em urinar e necessidade de ir mais vezes ao banheiro. Em estágio avançado, o paciente pode apresentar dor óssea, sintomas urinários ou infecção generalizada e insuficiência renal.

Como funciona o tratamento para o câncer de próstata?

O tratamento adotado dependerá, sobretudo, do estágio de evolução da doença. Enquanto o câncer estiver localizado apenas na próstata, as saídas adotadas envolvem cirurgia de remoção, radioterapia ou somente o acompanhamento do estado do paciente.

Para estágios em que a doença já avançou localmente no organismo, geralmente, são feitas cirurgias em combinação com tratamentos hormonais ou radioterapia. Em caso de metástase (quando a doença se espalha por outras partes do corpo), a principal indicação é o tratamento hormonal.

Obviamente, a orientação de tratamento é feita por um médico capacitado, que avalia a condição geral de saúde do paciente. Além disso, quanto antes o câncer for detectado, mais chances de sucesso no combate a ele.

Por que é sempre melhor prevenir?

Considerado um câncer da terceira idade, o risco da doença é maior em homens a partir dos 45 anos. Mas nem por isso os homens mais jovens devem deixar de se cuidar, especialmente, se na família tiver históricos de casos da doença. Isso passa por combinar bons hábitos com acompanhamento médico adequado.

Uma alimentação equilibrada, variada e sem exageros ajuda a diminuir o risco do câncer. Outros hábitos saudáveis são recomendados também, como incorporar atividades físicas regulares em sua rotina, diminuir o consumo de álcool e não fumar.

A Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) recomenda que os homens fiquem atentos com a saúde da próstata a partir dos 50 anos. Afro-brasileiros e aqueles com a doença no histórico familiar devem se preocupar desde os 45 anos.

Além dos hábitos citados acima, um importante e eficaz modo de prevenção é realizar o exame de PSA. Apesar de o toque retal ser mais conhecido, quando o assunto é o câncer de próstata, o PSA é recomendado como uma primeira análise.

O que é o exame de PSA?

A sigla para Prostate-Specific Antigens (antígenos específicos da próstata, na tradução para o português) é o teste frequentemente usado para detectar esse tipo de câncer precocemente. O PSA nada mais é do que um exame de sangue como qualquer outro. Uma amostra é retirada e enviada para análise.

O PSA não faz o diagnóstico, ele classifica o risco da doença. Quanto maior for o seu valor, maior é a probabilidade de o câncer existir. Uma vez identificado, não significa que o paciente deve receber alguns dos tratamentos indicados no tópico acima.

Cabe ao médico avaliar a situação e indicar o que deve ser feito . Em alguns casos, é preciso apenas um acompanhamento.

fonte:https://blog.vb.com.br/novembro-azul-alerta-para-saude-masculina

plusber.com/novaradiocidade.com

plusber/perto  de você

#noticiadearujahoje

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *