sábado, abril 20Conteúdo Relevante pra Você

Tag: FUTEBOL

Quais times votaram contra e a favor da nova regra para troca de treinadores??

Quais times votaram contra e a favor da nova regra para troca de treinadores??

Esporte, Não deixe de Ver
Ontem, quarta-feira (24 de março) a CBF (Confederação Brasileira de Futebol), anunciou o limite para troca de treinadores dentro da competição que começara em 29 de maio. Segundo a nova regra cada time só poderá demitir um treinador; cada treinador só poderá pedir demissão e assumir outro time uma vez. Em caso de um time demitir o treinador (que esta no cargo) pela segunda vez, ela (a equipe) só poderá efetivar no cargo um outro profissional que seja já funcionário do clube com no mínimo seis meses de casa. Abre-se, neste caso, a oportunidade para treinadores auxiliares, treinadores das categorias de base, etc. A ideia proposta partiu do presidente da CBF, Rogério Caboclo, e houve uma votação entre os 20 clubes que disputam o torneio, e o resultado foi 11 a 9 a favor das restrições...
Nova Regra para o campeonato Brasileiro de 2021!

Nova Regra para o campeonato Brasileiro de 2021!

Esporte, Não deixe de Ver
A próxima edição do Campeonato Brasileiro terá uma nova regra histórica que limita todos os times que disputarão a terem dois técnicos por temporada. Esta regra, que foi decidida com votação apertada de 11 a 9, visa garantir a qualidade e a longevidade dos trabalhos a aerem realizados em cada clube que disputa o Campeonato Brasileiro. As exceções da nova norma são: cada time só poderá definir um treinador, mas , se o profissional pedir pra sair, essa troca não conta. E se acontecer a segunda demissão , o clube só pode ter comando de um profissional interino com pelo menos seis meses de casa. Pelo lado dos técnicos, quem deixar um clube por vontade própria duas vezes não poderá assumir outro trabalho na primeira divisão. O histórico de troca exagerada de treinadores é fator prepond...
A Bolha

A Bolha

Esporte
Nesse tempo de pandemia no qual todas as áreas que regem a vivência e sobrevivência da sociedade estão sendo afetadas, o esporte de uma forma geral esta sofrendo um impacto violento com tudo que tem acontecido, paralisações de atividades, impossibilidade de ter publico nas competições e assim gerar renda, perca de patrocínios por inatividade da competição ou por queda de receita da empresa que fazia o patrocínio, clubes fechando por falta de receita, atletas tendo que repensar na profissão, pois hoje ser um atleta é viver e treinar sem saber se será possível competir. Mas, como toda grande ideia nasce de uma grande necessidade, eis a bolha, que a NBA mostrou que da certo, que a Champions League mostrou que da certo, que hoje a Super liga de vôlei está mostrando que é possível da certo a...
Futebol na pandemia: faz sentido continuar?

Futebol na pandemia: faz sentido continuar?

Esporte, Não deixe de Ver
Medidas de isolamento social pressionam campeonatos estaduais por parada. Federações, clubes e patrocinadores querem continuar. O futebol movimenta o coração de milhões de brasileiros. Muitas vezes ele é o responsável direto por ser a alegria de um povo com poucas perspectivas. Não à toa, o esporte tornou-se também um grande setor econômico da nossa sociedade. Com forte impacto financeiro no mercado publicitário, já que atrai os olhares atentos de torcedores apaixonados por todos os cantos do país. Não há dúvidas sobre a importância emocional e econômica que ele possui. Mas vamos tentar encaixar essa visão geral em nosso contexto atual. Após uma longa paralisação em 2020, por causa da pandemia, o futebol brasileiro retomou suas atividades com portões fechados e calendário extremamente aper...
“É seguro, responsável e controlado” diz CBF ao defender a realização dos jogos

“É seguro, responsável e controlado” diz CBF ao defender a realização dos jogos

Esporte
CBF decide manter as partidas mesmo durante o pior índice de mortes por covid19 no Brasil. Na manhã desta quarta feira (10) a CBF divulgou, em transmissão AO VIVO no Youtube, um relatório que mostra a efetividade das medidas de segurança e contenção do contágio pelo novo coronavírus, após a divulgação a entidade decidiu manter os campeonatos ativos em meio ao pior momento da pandemia no país. " A aplicação do protocolo sanitário, com a convicção ainda mais forte que nós já tínhamos no ponto de vista teórico, em agosto, quando retomamos. Mas agora com convicção da aplicação na prática. O futebol é seguro, controlado, responsável e tem todas as condições de continuar - Afirmou Walter Feldman, secretário da CBF. Alguns destaques do relatório da CBF De agosto até o fim da temporada pas...