quinta-feira, abril 18Conteúdo Relevante pra Você

Tag: China

EUA, Reino Unido e Austrália anunciam novo pacto para conter a China

EUA, Reino Unido e Austrália anunciam novo pacto para conter a China

Mundo, Não deixe de Ver, Urgente
O Pacto de Aukus reúne os Estados Unidos, o Reino Unido e a Austrália para fazer frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico. O acordo, no âmbito da Segurança e Defesa, prevê que Camberra possa construir, pela primeira vez, submarinos com capacidade nuclear, mas também a estreita colaboração das três nações ao nível das capacidades cibernéticas, quânticas e de inteligência artificial. Os analistas consideram o acordo como um dos mais significativos nas áreas de segurança e defesa desde o fim da Segunda Guerra Mundial. O pacto vai permitir à Austrália a construção de submarinos com propulsão nuclear, com o apoio dos aliados, Estados Unidos e Reino Unido. “Estamos investindo na maior fonte de força: as nossas alianças. Estamos nos atualizando para enfrentar, da melh...
Cientistas não acreditam em Talibã “moderado”

Cientistas não acreditam em Talibã “moderado”

Mundo, Não deixe de Ver, Urgente
Cientistas que estudam a geopolítica no Oriente Médio consideram que é preciso olhar com cautela para as promessas de moderação do Talibã. Também questionam os resultados obtidos pelos Estados Unidos (EUA) durante a ocupação que durou 20 anos e avaliam que os desdobramentos na região vão depender de como a China irá se movimentar diante do retorno do grupo extremista ao poder no Afeganistão. "Estamos vendo algumas mudanças importantes. O grupo que foi derrubado pelos Estados Unidos há 20 anos está agora virando governo e, inclusive, sendo reconhecido por alguns países, como é o caso da China. Durante muito tempo, nas discussões sobre a geopolítica da região, se debatia o papel dos Estados Unidos, da Rússia, da Inglaterra. Pela primeira vez, precisamos entender qual será o papel ...
Chega ao fim a disputa de 17 anos entre Airbus e Boeing

Chega ao fim a disputa de 17 anos entre Airbus e Boeing

Economia, Não deixe de Ver
EUA e Europa põem fim a disputa de mercado que já durava 17 anos, as partes concordaram em não mais aplicar as tarifas impostas durante 5 anos, em um esforço para frear o avanço econômico da China. Os Estados Unidos e a União Européia colocaram um fim a uma longa e duradoura concorrência a respeito de subsídios das gigantes do segmento de produção de aeronaves para a aviação, Airbus e Boeing, ação que pode impulsionar as relações transatlânticas, uma vez que as duas partes buscam aceleradamente conter o avanço do crescimento de alcance Chinês. Durante a cúpula em Bruxellas, autoridades dos EUA confirmaram nesta terça feira (15), que finalizaram a disputa sobre os subsídios das fabricantes de aviões comerciais em todo o mundo. As partes decidiram encerrar a concorrência por um ...
Foguete chinês, destroços devem atingir a terra no domingo

Foguete chinês, destroços devem atingir a terra no domingo

Mundo, Não deixe de Ver, Urgente
As partes do foguete chinês, o maior já lançado pela China, na semana passada, deve entrar na atmosfera terrestre na madrugada deste sábado (08) para domingo (09). Informação dada por um centro de pesquisa e desenvolvimento com foco espacial, que é financiado pelos Estados Unidos. Os Riscos A China informou na última sexta feira (07) que a maioria dos destroços será queimada assim que voltar à terra. Por isso é improvável que as partes do foguete causem dados. A afirmação veio após militares dos EUA afirmarem que estavam rastreando as movimentações do foguete descontrolado pelo campo especial do país. Quando será? No twitter a Aerospace Corporation, disse que a última previsão para a reentrada das partes do foguete Longa Marcha 5B, feita pelo Centro de Reentrada ...
Crescimento recorde Chinês no 1º semestre de 2021

Crescimento recorde Chinês no 1º semestre de 2021

Economia, Não deixe de Ver
O Escritório Nacional de Estatísticas, apontou que a economia chinesa avançou 18,3% em comparação anual, resultado relacionado à base de comparação com o início de 2020, quando o covid19 paralisou o país. A China fez o anúncio nesta sexta feira (16), de um crescimento econômico recorde nos primeiros 3 meses de 2021 em comparação ao mesmo período de 2020. Grande parte deste resultado está relacionado à base de comparação reduzida, em relação ao início de 2020, quando foram descobertos os primeiros casos de covid19 em crescimento no país. Apesar de o PIB ter ficado abaixo do que o mercado esperava, um índice de 19% conforme dados da Reuters, os números oficiais apontam que este crescimento foi o mais forte deste que os dados começaram a ser registrados em 1992, após alta de 6,5%...