quarta-feira, fevereiro 8Conteúdo Relevante pra Você

Tag: negócios

Inadimplência das micro e pequenas empresas cai 0,9% em agosto

Inadimplência das micro e pequenas empresas cai 0,9% em agosto

Economia, Não deixe de Ver
Em agosto, a inadimplência das micro e pequenas empresas teve uma retração de 0,9%, na comparação com o mês anterior. No período, ocorreram 5,33 milhões de negócios desse porte com o nome no vermelho. A informação é da Serasa Experian.  Para o economista da Serasa Experian Luiz Rabi a disponibilização de linhas de crédito para micro e pequenas empresas negociarem suas dívidas, a partir de julho deste ano, impactou favoravelmente no índice. “Os donos de negócios estão em busca de auxílio para lidar com suas pendências financeiras. Por isso, o recuo observado não reflete uma melhora para as empresas, mas sim um alívio temporário, já que os empreendedores ainda devem encontrar muitos desafios diante ao quadro econômico do país", disse Rabi. Setores Considerando-se os negócios ...
Microempresas individuais puxam a criação de empresas em março

Microempresas individuais puxam a criação de empresas em março

Economia, Não deixe de Ver
foto: Valter Campanato/Agencia Brasil O mês de de março registrou a criação de 351.714 empresas no país, um aumento de 17,9% em comparação com igual período de 2020. A abertura das empresas em março, o último mês com dados consolidados, foi impulsionada pelo crescimento das microempresas individuais (MEIs) e dos negócios do setor de serviços. Os dados, divulgados hoje (22), são do Indicador Nascimento de Empresas da Serasa Experian.  Segundo o levantamento, do total de 351.714 empresas criadas em março, 240.166 foram do setor de serviços (68,2%); 81.890, do comércio (23,3%); 26.419, da indústria (7,6); e demais, 3.239 (0,9%). Quanto à natureza jurídica, foram abertas 282.211 MEIs (80,3%); 45.145 sociedades limitadas (12,9%); 10.383 empresas individuais (2,9%); e 13.965, outros tipos ...
Varejo tem expectativa de crescimento, segundo IBEVAR.

Varejo tem expectativa de crescimento, segundo IBEVAR.

Economia, Não deixe de Ver
Em razão de um 2020 devastado pela pandemia do coronavirus, o varejo passa por um momento muito desafiador. As vendas apresentaram uma curva que estagnou desde dezembro do ano passado. imagem: https://www.ibevar.org.br/ O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulga os números oficiais do desempenho do varejo. O último levantamento divulgado foi o de março deste ano, quando as vendas do varejo caíram 0,6% em relação ao mês anterior. Mas uma projeção do Ibevar (Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo) mostra que o varejo começará uma curva ascendente. Estudos apontam que o varejo deve crescer 0,93% em maio na comparação com as vendas de abril e 2% entre maio e julho. A estimativa cabe para o varejo restrito, que desconsidera veículos, autopeças...